No dia 25 de janeiro, exatos 30 anos do falecimento de Nahuel Moreno, foi organizado um ato em memória ao seu legado em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. O evento ocorreu no auditório do Sindsprev e contou com uma rica representação política da esquerda socialista gaucha. Estiveram presentes na mesa: Zé Campos, dirigente do NOS e ex-militante da Convergência Socialista; Denior Machado, dirigente do PSTU; Matheus Gomes pelo MAIS; Ludmila Fagundes pela Construção Socialista; Franco Souza pela CST; Tássia Lopes do Juntos; Israel Dutra e Roberto Robaina (ex-militante da Convergência Socialista) pelo Secretariado Nacional do MES/PSOL. Além disso, o plenário contava com a presença de Luciana Genro, Fernanda Melchionna, entre outros(as) dirigentes, quadros e militantes. Para o Portal de la Izquierda, separamos a intervenção de Roberto Robaina que destacou a importância da tradição e o legado de Moreno para a formação do PSOL.