Guilherme Boulos (pré-candidato presidencial pelo PSOL e coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto-MTST) 

Desembarquei hoje em Ramalah para uma viagem de três dias com o objetivo de levar nossa solidariedade ao povo palestino e o apoio a uma solução pacífica do conflito na região. Compondo uma delegação do PSOL, vamos nos reunir com movimentos sociais e lideranças políticas da causa palestina e com representantes de organizações da esquerda israelense, que trava importante batalha contra o governo de Benjamin Netanyahu pelos direitos dos palestinos.

Estamos do lado da democracia, com igualdade de oportunidades e sem discriminação, seja ela a islamofobia ou o antissemitismo. Defendemos o fim da ocupação militar da Cisjordânia e Faixa de Gaza, o direito de retorno dos refugiados palestinos e direitos iguais de cidadania para palestinos em Israel, em concordância com o direito internacional e as resoluções da ONU.

Esta viagem representa o compromisso de nossa pré-candidatura com a justiça e a paz, contra o militarismo. As informações que chegam agora de um novo massacre em Gaza, com três mortos e centenas de feridos pelo exército de Israel reforçam a urgência da pressão internacional para uma solução pacífica e humanitária.

Foto, no memorial dos mártires em Ramalah.

 

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, em pé