Portal da Esquerda em Movimento Portal da Esquerda em Movimento Portal da Esquerda em Movimento

Manifesto por uma Nicarágua Livre e Democrática

A revolução Sandinista, que derrotou a ditadura familiar dos Somoza na Nicarágua em julho de
1979, cumprirá no próximo ano quatro décadas. Foi o último sonho revolucionário perdido, a última
esperança que se foi pelo sumidouro da história. Não foi fácil construir um país empobrecido pela
ditadura em meio a um conflito marcado por uma guerra civil interna em plena Guerra Fria. Mas ao
sandinismo o maior dano não foi ocasionado pela CIA. O que danificou foi a ganância de alguns de
seus comandantes, especialmente Daniel Ortega Saavedra.

Em 2007, Ortega retornou à presidência do país. Graças a fraudes eleitorais denunciadas por
organismos internacionais, seguiu fazendo isso até agora, violando a própria constituição que
impede que uma mesma pessoa esteja à frente do país mais de dois mandatos. O que estamos
vendo nestes dias na imprensa, as revoltas de milhares de nicaraguenses, não é mais que o
resultado de quase 12 anos de deriva autoritária.

Não foi o rebaixamento das pensões que provocou a saída dos jovens às ruas. Isso foi somente a
faísca. É mais de uma década de um governo que já nem sequer se preocupa em maquiar suas
formas ditatoriais e antidemocráticas. As mãos de Ortega e Murillo se mancharam com o sangue de
mais de três centenas de compatriotas: estudantes, camponeses, jornalistas, jovens, povo
trabalhador das periferias urbanas.

Os nicaraguenses saíram às ruas para gritar “basta!”. Fizeram-no de maneira pacífica, mas o
governo de Ortega e Murillo, através da polícia, forças antimotins e forças paramilitares estão a
massacrá-los.

Ortega não respeitou os acordos estabelecidos no Diálogo Nacional, usando este espaço para
ganhar tempo enquanto manteve ativa a repressão. Mais recentemente, líderes sociais que estão na
mesa do diálogo começaram a ser perseguidos e assediados.

Há somente uma via para a solução pacífica e democrática da situação nicaraguense: é preciso
interromper imediatamente a repressão de Daniel Ortega e Rosario Murillo e os crimes cometidos
pelo casal contra o seu próprio povo merecem ser julgados por tribunais independentes.
Demandamos o fim do assédio contra líderes sociais e ativistas dos movimentos sociais, assim
como o fim de prisões políticas, particularmente de jovens.

Os nicaraguenses merecem nossa solidariedade, que como escreveu Gioconda Belli é a ternura dos
povos. Por isso, os signatários abaixo pedimos que a comunidade internacional repudie os
massacres contra a juventude e o povo nicaraguense, abrindo os olhos e o caminho para a
expressão democrática e livre da Nicarágua.

Assinaturas

1- Maria Mercedes Salgado, socióloga, São Paulo, SP
2- Isabel Martinez Artavia, cineasta, Rio de Janeiro, RJ
3- Ana Mercedes Sarria Icaza, professora, Porto Alegre, RS
4- Amalia E Fischer P, feminista e comunicadora, Rio de Janeiro, RJ
5- Edgar E. Sarria Icaza, médico, Porto Alegre, RS
6- William Héctor Gómez Soto, Professor, Pelotas, RS
7- Ana Marcela Sarria, terapeuta, Porto Alegre, RS
8- Humberto Meza, cientista político, Rio de Janeiro, RJ
9- Zandra Arguello, psicóloga, Porto Alegre, RS
10- Cecilia Mendoza Vega, pequena empresária, Belo Horizonte, MG
11-Cecilia Medal, socióloga feminista, nicaraguense, Brasilia, DF
12-Caryl Schutze,Ingeniero Mecanico, Campinas, SP
13-Oscar Alejandro Flores Carrion, estudante, Campinas, SP
14- Daniel S. Lacerda, Professor, Porto Alegre, RS
15- Aneron de Ávila Canals, Médico, Porto Alegre, RS
16- Silvia Guerra Talavera, Administradora, Rio de Janeiro, RJ
17-Orfa Marcela Báez Arguello, Ingeniero Industrial, Cali, Colômbia                                                              18-Luciana Genro, advogada e ex-deputada federal, Porto Alegre, RS                                                            19-Israel Dutra, sociólogo e Secretário de Relações Internacionais do PSOL, Porto Alegre, RS                  20-Pedro Fuentes, fundador do PSOL, Rio de Janeiro, RJ

21- Nara Machado, professora aposentada da PUC-RS, Porto Alegre-RS

22- Robert Ponge, professor da UFRGS, Porto Alegre-RS

23- Ana Borguin, Sindicato dos Metroviários-SP, São Paulo-SP

24- Silvana Louzada, Sindifrirj, Rio de Janeiro-RJ

25- Thais Coutinho, SEPE-RJ, Rio de Janeiro- RJ

26- Luan Badia, FASUBRA-RS, Porto Alegre-RS

27-

Uma nova página para apoiar e construir novas alternativas na América Latina e no mundo, defendendo o poder dos trabalhadores e do povo contra o 1% dos ricos e poderosos, e uma sociedade sem exploração.

Secretaria de redação

  • Pedro Fuentes
  • Bernardo Corrêa
  • Charles Rosa
  • Clara Baeder