Portal da Esquerda em Movimento Portal da Esquerda em Movimento Portal da Esquerda em Movimento

Boletim do Portal da Esquerda em Movimento – 07/12

BOLETIM DO PORTAL DA ESQUERDA EM MOVIMENTO – 07/12

Nesta edição do boletim do Portal da Esquerda em Movimento, trazemos como destaque uma análise de Éric Toussaint (historiador, economista e porta-voz do CADTM) sobre sua recente vinda ao Brasil e a vigência da luta contra os mecanismos rentistas de espoliação do Estado brasileiro. De Toussaint, compartilhamos também uma entrevista histórica com Lula realizada em 1991, na qual o líder do Partido dos Trabalhadores ainda levantava a bandeira da auditoria da dívida pública, deixada de lado pelos 13 anos de governos petistas.

Sobre a atual conjuntura latino-americana, divulgamos o Editorial da Revista Movimento em que se examina o lançamento do novo partido de extrema-direita de Jair Bolsonaro. Diretamente do Chile, Bruno Magalhães nos envia um informe sobre a incessante rebelião que coloca contra as cordas o governo Piñera e o modelo neoliberal. Desde o Peru, Tito Prado denuncia as dificuldades para se levar adiante a campanha de registro eleitoral do Movimento Novo Peru.

A respeito das revoltas populares que sacodem o Mundo Árabe e o Norte da África no último período, Gilbert Achcar concede uma entrevista para a Marxist Left Review, a qual traduzimos para este boletim. Por ocasião da COP-25 realizada em Madri, Daniel Tanuro destrincha o fracasso do capitalismo verde e a necessidade de um programa ambiental radical de esquerda. Por fim, veiculamos a declaração do NPA sobre a forte greve na França contra a Reforma da Previdência proposta por Macron.

Uma excelente leitura a todos e até a próxima edição!

Equipe de Redação do Portal da Esquerda em Movimento – 07/12


A trajetória de Lula e a luta pela auditoria da dívida pública

 

Brasil: De Lula a Bolsonaro |por Éric Toussaint 

O governo Lula não travou a luta contra a dívida pública ilegítima porque não queria entrar em conflito com o grande capital brasileiro. Questionar o pagamento da dívida enquanto governo significaria entrar em conflito com o grande capital brasileiro que obtém lucros significativos da dívida porque compra títulos da dívida pública interna e externa brasileira.

Entrevista de Lula (Managua, 1991) | por Éric Toussaint

“Qualquer governo do Terceiro Mundo que decida continuar a pagar a dívida externa escolhe levar seu povo ao abismo” declarava em 1991 Luiz Inácio “Lula” da Silva, então presidente do PT brasileiro.

 

Novo partido da extrema-direita brasileira

O novo partido de Bolsonaro: uma “Aliança” contra o povo brasileiro | por Thiago Aguiar e Israel Dutra

Bolsonaro está concluindo o giro político para ter um espaço próprio para suas ideias. A crise do PSL está terminando com a consolidação de sua nova hipótese partidária: a “Aliança pelo Brasil”. Sem vencer a combinação de crises que coleciona pelo caráter despreparado de seu governo, numa “fuga pra frente”, Bolsonaro afirma um projeto autoritário na forma de programa e partido.

Rebelião no Chile

Olho por olho em Santiago | por Bruno Magalhães

O que fica evidente no cenário chileno atual é que as próximas vitórias populares só serão conseguidas com organização e mobilização permanente das assembleias de vizinhos, dos cabildos e das organizações combativas. Nesta luta olho por olho o único caminho da vitória popular está nas ruas.

Luta pela inscrição do Novo Peru

MNP reclama por sua inscrição | por Tito Prado

Desde o MNP, persistiremos em nossa inscrição, denunciando a demora para implementar a lei de novos partidos e reclamando um tratamento excepcional, posto que os prazos são curtos e não somos responsáveis por isso.

 

Rebeliões no Oriente Médio e no Norte da África

As revoluções infindáveis no Mundo Árabe e no Norte da África | Entrevista de Gilbert Achcar para a Marxist Left Review

A grande questão agora é: os movimentos populares na Argélia, Iraque e Líbano conseguirão encontrar formas de se organizar, como fizeram seus irmãos e irmãs sudaneses, para ampliar o impacto de suas lutas e dar passos importantes para a realização de seus objetivos, ou as classes dominantes conseguirão sufocar cada uma dessas três revoltas e desarmá-las?

 

Greve na França

A greve de massas contra Macron pode vencer | por Nouveau Parti Anticapitaliste (NPA)

Os próximos dias serão decisivos para a organização de uma greve aberta e o crescimento do movimento de greve geral que não só obriga as potências a retirar seus cortes de pensões, mas também liberta os trabalhadores de Macron e seu sistema.

Crise Ambiental e COP-25

De COP em COP, aproxima-se o cataclismo | por Daniel Tanuro

A relação da humanidade com a natureza não pode ser alterada de cima para baixo sem mudar totalmente a relação entre as pessoas humanas. Cuidar de nós mesmos com a dignidade própria da nossa humanidade é condição sine qua non para cuidar daquilo a que pertencemos.

Uma nova página para apoiar e construir novas alternativas na América Latina e no mundo, defendendo o poder dos trabalhadores e do povo contra o 1% dos ricos e poderosos, e uma sociedade sem exploração.

Secretaria de redação

  • Pedro Fuentes
  • Bernardo Corrêa
  • Charles Rosa
  • Clara Baeder