Portal da Esquerda em Movimento Portal da Esquerda em Movimento Portal da Esquerda em Movimento

A cidade de Chicago está punindo a classe trabalhadora por protestar contra o assassinato de George Floyd.

Após um fim de semana de violência crescente nas mãos da Polícia de Chicago, a prefeita Lori Lightfoot pediu ao governador JB Pritzker que enviasse 375 soldados da Guarda Nacional. Eles, juntamente com a polícia, requisitaram ônibus da Chicago Transit Authority para circular pela cidade. Eles estão estacionando no estacionamento em frente ao estádio White Sox de Chicago,com jipes blindados e equipamentos de choque prontos para atacar.

Na noite de sábado, às 20h33, enquanto os protestos ainda estavam em fúria no centro da cidade, o prefeito anunciou um toque de recolher das 21h às 6h. Ela também ordenou que o Departamento de Transportes de Chicago erguesse as pontes que ligam o centro de Chicago aos seus bairros adjacentes, prendendo efetivamente os manifestantes no centro e tornando-os alvos fáceis da violência policial.

Às 17:52 da noite de domingo, o prefeito anunciou que todas as linhas de ônibus e trens parariam de funcionar às 18:30. Farmácias de toda a cidade receberam ordens para fechar no domingo à tarde, deixando as pessoas com necessidade de prescrição médica sem recurso. Estamos ouvindo rumores de fechamento de centros hospitalares ambulatoriais.

A partir da manhã de segunda-feira, o transporte público continua quase completamente fechado, com apenas algumas linhas de trem distantes do centro da cidade funcionando. Os chicagoanos, incluindo os trabalhadores essenciais, não têm como circular pela cidade se precisarem hoje.

As Escolas Públicas de Chicago suspenderam seu programa de distribuição de refeições, deixando milhares de famílias que dependem deste serviço à sua própria sorte. O programa já distribuiu mais de 12,5 milhões de refeições desde o início da pandemia do coronavírus. Centenas de milhares de crianças passarão fome.

Allison Arwady, comissária do Departamento de Saúde Pública de Chicago, aludiu em uma entrevista coletiva na manhã de segunda-feira que a reabertura da cidade – já adiada para meados de junho – provavelmente será adiada ainda mais. O toque de recolher das 21h às 18h permanece em vigor até nova ordem. A pandemia está dando à cidade a cobertura de que ela precisa para continuar a reprimir seus moradores.

 

(Marianela D´Aprile é militante do DSA Chicago e do caucus Bread & Roses do DSA)

Uma nova página para apoiar e construir novas alternativas na América Latina e no mundo, defendendo o poder dos trabalhadores e do povo contra o 1% dos ricos e poderosos, e uma sociedade sem exploração.

Secretaria de redação

  • Pedro Fuentes
  • Bernardo Corrêa
  • Charles Rosa
  • Clara Baeder