Portal da Esquerda em Movimento Portal da Esquerda em Movimento Portal da Esquerda em Movimento

PORTAL DE LA IZQUIERDA EN MOVIMIENTO – LEFT ON THE MOVE é uma nova página para apoiar e construir novas alternativas na América Latina e no mundo, defendendo o poder para os trabalhadores e o povo contra o 1% de ricos e privilegiados e uma sociedade sem exploradores e explorados.

Damos este novo passo para responder a uma situação mundial que nos apresenta duas faces. Uma delas é a crise cada vez mais grave do capitalismo nesta fase da globalização neoliberal. Para salvá-lo, as classes dominantes pretendem avançar com seu saque insaciável aos recursos naturais e a exploração de trabalhadores e de povos. Sustentam este sistema os governos que estão a serviço do capital financeiro e das grandes corporações que, graças a eles, se apropriaram do Estado. Há um caos geopolítico, porque os regimes tradicionais nos países imperialistas, em particular o que sustentou a hegemonia dos Estados Unidos, estão cada vez mais em crise. Seu desgaste levou ao surgimento de governos ultrarreacionários como o de Trump, que são uma nova ameaça para os trabalhadores e os povos. Mas há também outra face, cheia de energia e que pode superar esta crise. Nas greves dos trabalhadores, nas rebeliões populares, nas manifestações democráticas e na onda feminista que não para de avançar aparecem novas alternativas políticas que confrontam os velhos regimes e os neopopulismos.

Nunca houve tanta crise do sistema e seus regimes ao mesmo tempo que tantas potencialidades humanas; esse é o quadro que nos faz ser tão realistas no nosso combate e entusiastas de seu futuro. Já estão em gestação novos processos que podem disputar o poder com os setores dominantes. Cresce o socialismo nos Estados Unidos a partir das eleições na qual participou Bernie Sanders, avança o MNP no Peru, Frente Amplio no Chile, se fortalece o PSOL no Brasil. Estes novos processos têm que ir além da “velha esquerda” que já demonstrou que não é uma alternativa para a crise. Os chamados “progressismos”, desde os governos sociais neoliberais do PT no Brasil e o atual autoritarismo de Maduro na Venezuela e Ortega em Nicarágua mostraram seus limites; foram parte ou se adaptaram a este sistema como fez a socialdemocracia na Europa.

Desde o PIM – Left on the Move queremos inaugurar um portal aberto a estes processos de novas lutas, de novas alternativas e espaços de reagrupamento da esquerda. Muitos lutadores que se identificam com as bandeiras democráticas, anti-imperialistas e anticapitalistas se perguntam se cabe, em nome de uma sociedade melhor e pelo nome do socialismo, chegar ao governo para ficar no meio do caminho ou para juntar-se à direita que historicamente combatemos. Respondemos que sim, podemos ir além. Esta nova esquerda já está nascendo na América Latina e no mundo.

Para isso o PIM – Left on the Move é também um espaço de reflexão e debate para tirar conclusões das experiências falidas na luta contra o domínio imperialista, para armar melhor nosso combate junto ao povo e para contribuir com a articulação destes novos processos que estão se gestando diante do esgotamento do ciclo dos “progressismos”.

Nós que nos reivindicamos ser parte da tradição socialista revolucionária não podemos ser alheios aos mesmos. Nossa tarefa é ajudar a construí-los e enraizá-los nos trabalhadores e no povo, fortalecê-los nas greves, nas lutas democráticas, nos movimentos contra o racismo, nas lutas ambientalistas, defendendo um programa de ruptura com o velho, de “democracia real” que garanta o protagonismo e direito dos trabalhadores e da juventude a decidir seu futuro. Somos parte ativa dos mesmos para ir o mais além na luta contra a exploração capitalista até a conquista de um novo mundo sem explorados nem exploradores. Promovemos e organizamos este portal colaborando com o reagrupamento das forças socialistas que defendam estas alternativas. Por isso somos internacionalistas e estamos na IV Internacional. Distantes do sectarismo e da autoproclamação, o PIM – Left on the Move é uma página aberta a todos aqueles que estão participando na luta diária contra os ataques do capitalismo e queiram colaborar.

Uma nova página para apoiar e construir novas alternativas na América Latina e no mundo, defendendo o poder dos trabalhadores e do povo contra o 1% dos ricos e poderosos, e uma sociedade sem exploração.

Secretaria de redação

  • Pedro Fuentes
  • Bernardo Corrêa
  • Charles Rosa
  • Clara Baeder